+351 253 510 580 Mon - Fri. 09:00 - 18:00
Follow us:

. EPMQ

Centro de Computação Gráfica

TexBoost – less Commodities more Specialities

. EPMQTICE  , , , , , ,

2017-2020 O projeto mobilizador TexBoost – less Commodities more Specialities é um projeto estruturante do Cluster Têxtil: Tecnologia e Moda. O seu objetivo consiste em aglomerar iniciativas de I&D coletivas e de forte cariz indutor e demonstrador, envolvendo empresas do Têxtil e Vestuário, assim como de restantes sectores da economia complementários. Atividades Este projeto tem como atividades principais: desenvolver novas soluções têxteis, com a criação de novos conhecimentos científicos; desenvolver produtos e processos muito inovadores, por intermédio de tecnologias de ponta, que proporcionarão novas experiências aos consumidores e às empresas participantes; simplificar o acesso pelas empresas envolvidas a novos mercados / áreas de negócio ou o reforço dos mercados existentes / áreas de negócio, a nível nacional e internacional. Fases de trabalho O projeto TexBoost está organizado em 6 PPS – Produtos, Processos e Serviços – construídos a partir de 50 atividades das quais resultarão 17 soluções inovadoras em diversas áreas. PPS 1 – Digitização e desmaterialização PPS 2 – Novos materiais PPS 3 – Novas estruturas PPS 4 – IE Textiles PPS 5 – Economia circular PPS 6 – Gestão (gestão, divulgação e exploração dos resultados) Contribuição do CCG O CCG – Centro de Computação Gráfica – está envolvido na fase PPS 1 do projeto, mais concretamente na atividade nuclear 1, que compreende o desenvolvimento tecnológico no âmbito da digitização e desmaterialização de amostras de tecidos. O domínio de investigação aplicada EPMQ do CCG está responsável pela investigação e desenvolvimento de uma ferramenta informática para a desmaterialização de amostras de tecidos que compreenderá a conceptualização e concretização de uma plataforma digital de integração, tratamento e análise de dados de apoio à decisão na prototipagem virtual de tecidos. Para o efeito, utilizar-se-ão abordagens aplicadas ao desenvolvimento de arquiteturas de interoperabilidade e BigData e algoritmos de Machine Learning. Estes algoritmos conseguem aprender com o histórico de dados têxteis, assim como prever e otimizar variáveis/parâmetros úteis aos processos de decisão no âmbito da produção têxtil. Website do projeto

Read details

UH4SP – Unified Hub for Smart Plants

. cVIG. EPMQ  , , ,

2016-2018 O projeto UH4SP Unified Hub for Smart Plants visa o desenvolvimento de uma arquitetura de software, orientada a serviços e soluções tecnológicas, incorporando o paradigma de IoT e Industry 4.0. Estas soluções têm em vista a promoção da visão corporativa e agregada de operações de unidades industriais dispersas por várias geografias, através de acessos remotos e locais; construção de ferramentas colaborativas e transversais; otimização das operações e experiência de utilização nas unidades industriais e, por último, confiabilidade do sistema. Os principais objetivos técnico-científicos do projeto são: Definição de mecanismos de conceção de arquiteturas lógicas para plataformas tecnológicas de otimização logística no âmbito de referenciais Indústria 4.0; Conceção de serviços e aplicações de negócio endereçadas aos stakeholders invocando recursos transparentemente; Desenvolvimento de novos algoritmos e métodos de sensorização para melhorar o reconhecimento de pessoas e viaturas, interações com motoristas e assistência técnica remota; Desenvolvimento de modelos de simulação e heurísticas visando a otimização logística; Desenvolvimento da(s) plataforma(s) computacional(ais) de suporte às operações do sistema; Desenvolvimento de uma plataforma de armazenamento de dados adequada aos requisitos da Indústria 4.0. A contribuição do CCG terá a intervenção dos domínios EPMQ e cVIG. O EPMQ contribuirá no: Levantamento de requisitos e de referenciais cloud computing, Industrial Internet of Things (IIoT) e Industry 4.0; Desenvolvimento de serviços e aplicações de negócio invocando recursos transparentemente; Definição de metodologias de especificação, concepção e desenvolvimento de serviços/aplicações no contexto da Industry 4.0; Conceção de uma arquitetura e especificação de serviços (SOA); Definição de um modelo de negócio utilizando metodologias de alinhamento “business/IT”.   Por seu lado, o cVIG contribuirá na: Identificação automática de condutor e veículo, com recurso à visão por computador; Interface do motorista, através de dispositivo móvel, com foco no auxílio à navegação dentro de fábrica, com recurso a realidade aumentada; Assistência remota, através da exploração de novos conceitos de telepresença em realidade aumentada. Website do projeto: UH4SP ddeee vweeeeee

Read details