Indústria 4.0 – CCG na Feira da Indústria do Futuro

O evento Indústria 4.0 Fase 2 decorreu a 9 de abril, na nave principal do Campus de Azurém da Universidade do Minho (Escola de Engenharia da UMinho), em Guimarães.

Esta 2ª fase do projeto nacional «Economia Digital – Indústria 4.0», promovida pela República Portuguesa, pela Cotec Portugal e pelo IAPMEI, foi apresentada pela Sr. Primeiro-Ministro António Costa.

Feira da Indústria do Futuro

O programa do evento começou pela manhã com a abertura da Feira da Indústria do Futuro (10h00), uma mostra tecnológia nacional e teve continuidade ao longo do dia com a realização de sessões temáticas paralelas, dedicadas a temas como a cibersegurança, financiamento, inteligência artificial, e-commerce, smart factories e work 4.0.

O CCG – Centro de Computação Gráfica esteve presente com um stand nesta feira, juntamente com o Centro ALGORITMI. As demonstrações CCG deram a conhecer às empresas presentes as potencialidades da aplicação das TICE no setor da Indústria. Abraçando estas aplicações, as empresas nacionais poderão caminhar em direção à economia digital.

António Costa experimenta o demonstrador de visão computacional e de realidade aumentada do CCG

Na parte da tarde teve lugar a visita do Sr. Primeiro-Ministro à Feira da Indústria do Futuro, a apresentação do programa “Indústria 4.0 – 2ª Fase” e a assinatura de um protocolo entre o IAPMEI, ISQ, UMinho e Instituto Politécnico de Leiria. Outras atividades em destaque foram a sessão/debate com empresas “Indústria 4.0″, a apresentação do projeto vimaranense “I9G” e a homenagem ao governante João Vasconcelos, recentemente falecido.

Para além do Primeiro-Ministro, António Costa, registaram-se intervenções do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, do Reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro, do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, do Secretário de Estado da Economia, João Correia Neves, e do Ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira.

Programa Indústria 4.0 – Fase II

Na fase II deste programa deseja-se estimular o crescimento económico e social através da transformação digital massificada do tecido empresarial. São metas do programa:

  • alcançar e envolver mais de 20 mil empresas;
  • requalificar e formar mais de 200 mil trabalhadores;
  • financiar mais de 350 projetos transformadores.

Estão previstos 600 milhões de euros de investimento e o envolvimento de 50 entidades públicas e privadas, que contribuam para a definição de três linhas orientadoras:

  • generalizar I4.0
  • capacitar I4.0
  • assimilar I4.0