O CCG encontra-se integrado na rede de excelência GraphicsMedia.net (www.graphicsmedia.net) - uma Rede Internacional de Cooperação em Investigação Aplicada em Computação Gráfica, Tecnologias Multimodais-Multimédia e Tecnologias Digitais Visuais Interativas.

Esta rede criada a 16 de Dezembro de 2010, tem sede em Kaiserslautern (Alemanha).

Além do CCG (Portugal) a rede GraphicsMedia.net integra mais 7 parceiros de referência internacional da Alemanha (Deutsches Forschungszentrum für Künstliche Intelligenz - DFKI; Hasso Plattner Institut - HPI; Fraunhofer Heinrich-Hertz-Institute - HHI), Espanha (Center for Visual Interaction and Communication Technologies - Vicomtech), Itália (Center for Advanced Computer Graphics Technologies - GraphiTech), Panamá (Multimedia Interaction and Visualization Technologies (MIVTech) e França (CEA Tech LIST).

  • CCG - Centro de Computação Gráfica
  • CEA Tech List
  • DFKI - Deutsches Forschungszentrum für Künstliche Intelligenz
  • GraphiTech - Center for Advanced Computer Graphics Technologies
  • HHI - Fraunhofer Heinrich Hertz Institut
  • HPI - Hasso Plattner Institut
  • MIVTech - Multimedia Interaction and Visualization Technologies
  • Vicomtech - Center for Visual Interaction and Communication Technologies

Estes parceiros têm em conjunto mais de 530 investigadores em tempo integral (mais 360 alunos) e um orçamento de 39 milhões de euros.

A Rede conta ainda com a participação significativa do Prof. José L. Encarnação, enquanto Presidente do Conselho Consultivo. A sua experiência em modelos de cooperação internacional para a investigação aplicada, a sua posição proeminente, ligação e conhecimento na comunidade de Computação Gráfica são mais-valias importantes da rede.

O modelo de colaboração assumido visa partilhar e reforçar visões e sinergias em ciência, tecnologia, transferência de conhecimento e inovação, de forma a obter a excelência no plano internacional. A rede possui, deste modo, um perfil internacional, e um caráter aberto a incorporar especialmente outros centros de I&D, que compartilham sua visão, missão e valores.

Também as empresas e outras instituições estreitamente relacionadas com os objetivos da organização serão convidadas a participar.

Objetivos:

1. Compartilhar uma visão comum para definir as estratégias de investigação aplicada e os modelos de transferência tecnológica, a fim de se assumir como uma referência a nível local e um relevante agente pró-ativo global.

2. Identificar oportunidades e sinergias de investigação e de mercado no âmbito da rede e fora dela.

3. Coordenar projetos estratégicos europeus e internacionais/multinacionais para os membros.

4. Organizar seminários de alto nível e simpósios para a definição da estratégia em aspetos científicos, tecnológicos e de inovação.

5. Promover a excelência e a presença mundial da organização.

6. Manter o perfil internacional e ligação a nível institucional entre os membros.

7. Alcançar visibilidade científica e a excelência como Rede.

8. Apoiar a continuidade de cooperações já existentes, bem como a construção de novas.

9. Promover o intercâmbio de investigadores e estudantes.

10. Desenvolver estratégias para a definição e utilização comum de instalações e laboratórios.

11. Articular a triagem de tecnologia e atividades de valorização da tecnologia, bem como com relações investidores, etc.

12. Avaliação das melhores práticas, destacando modelos de gestão.

13. Promover a inovação e as capacidades de gestão da qualidade para os membros.

14.  Identificar e formar novos objetivos e estratégias para o futuro.