+351 253510580 Mon. - Fri. 09:00 - 18:00
Follow us:

O CCG -  Centro de Computação Gráfica (CCG) foi fundado em 1993 e estabelecido junto da Universidade do Minho, Campus de Azurém, Guimarães, em 2001, como uma associação de investigação, desenvolvimento e consultoria, de natureza privada e sem fins lucrativos.

O CCG é uma entidade qualificada pelo Sistema Científico e Tecnológico Nacional (SCTN) para a Prestação de Serviços de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico e para Consultoria e Serviços de Apoio à Inovação às empresas, constituindo-se ainda, membro cofundador da rede GraphicsMedia.net - Rede Internacional de Cooperação em Investigação Aplicada em Computação Gráfica, Tecnologias Multimodais-Multimédia e Tecnologias Digitais Visuais Interativas.

Com 25 anos de existência, o CCG dedica a sua atividade à investigação e desenvolvimento aplicado, nos domínios da computação gráfica, das tecnologias da informação, comunicação e eletrónica, bem como às suas aplicações, em contexto nacional e internacional.

No CCG acreditamos na valorização económica do conhecimento, como um meio de atingir uma sociedade melhor. Neste sentido, atuamos de forma autónoma ou em rede, posicionando-nos como ‘interface’ entre as fontes do saber (Universidades) e a economia (Empresas), com base em parcerias estratégicas - via projetos e serviços – com transferência de conhecimento.

ATIVIDADE

A intervenção do CCG privilegia a abordagem “Demand Pull”, ou seja, um foco nos projetos de Investigação, Desenvolvimento e Inovação (IDI) orientados à procura dos mercados (nacionais e internacionais), e uma postura proativa na identificação de desafios de investigação que se traduzam em Inovação e aumento da competitividade dos end users (empresas e entidades), ao mesmo tempo que se apresenta perante a Universidade do Minho como uma bússola para definição das linhas de investigação fundamental que suportem o estado de arte das tecnologias e dos objetivos de inovação.

O CCG é constituído por uma equipa dinâmica e multidisciplinar, organizada em quatro Domínios de Investigação Aplicada (DIAs), que se figuram como as unidades operacionais do CCG, especializadas nos campos científicos onde atuam e nas diferentes propostas de valor das tecnologias que desenvolvem.

CVIG: Computer Vision, Interaction and Graphics

Objetivos:

  • Conceber algoritmos e métodos de visão artificial para suportar as novas tendências do mercado.
  • Desenvolver tecnologias com base em técnicas de inteligência artificial como suporte a aplicações emergentes do mercado, tais como indústria 4.0 e análise semântica de cenas.
  • Gerar plataformas e tecnologias com base em técnicas de realidade virtual / aumentada / mista para aplicações tais como assistência remota, manuais digitais, sistemas inteligentes de apoio à manutenção de equipamento industrial.
  • Desenvolver métodos e algoritmos de apoio à análise de imagem médica quantitativa.
  • Conceber e Implementar sistemas de inspeção ótica automática na indústria emergente.
  • Criar soluções de IoT inovadoras com base no processamento sensorial/análise de sinais.

[Mais sobre CVIG]


PIU: Perception, Interaction & Usability

Objetivos:

  • Apoiar o desenvolvimento de novas tecnologias de interação com estudos centrados no utilizador;
  • Providenciar guidelines de design para tecnologias de utilização em contextos críticos para a segurança (ex. dispositivos médicos, sistemas de interface para o interior de veículos);
  • Compreender os mecanismos básicos de perceção humana a aplicar esse conhecimento ao desenvolvimento de tecnologias para sistemas imersivos;
  • Estudar a cognição humana em situações de HCI e aplicar esse conhecimento no desenvolvimento de sistemas e tecnologias de informação e comunicação.

[Mais sobre PIU]


 

EPMQ: Engineering Process, Maturity & Quality

Objetivos:

  • Gerir ciclos de vida de projetos e processos de software;
  • Definir e desenvolver modelos para análise e conceção de sistemas;
  • Conceber arquiteturas de software, que são aplicadas a diferentes problemas em diferentes domínios;
  • Desenvolver Tecnologias de Sistemas de Suporte à Decisão, Business Intelligence, Data Warehousing, Big Data, Data Science, Analytics e Machine Learning.

[Mais sobre EPMQ]


 

UMC: Urban and Mobile Computing

Objetivos:

  • Criar mecanismos de inteligência urbana;
  • Dinamizar a mobilidade inteligente e sustentável;
  • Investigar sobre as diferentes dinâmicas existentes das cidades;
  • Promover tecnologias de Assisted Living e de Telemedicina;
  • Contribuir para o desenvolvimento de sistemas inovadores de home automation;
  • Criar soluções ubíquas e pervasivas na área de computação móvel;
  • Rastrear pessoas e/ou recursos em ambiente indoor ou outdoor;
  • Desenvolver ferramentas de apoio aos sistemas de transporte multimodal;
  • Criar soluções de IoT inovadoras.

[Mais sobre UMC]


INFRAESTRUTURAS

O CCG está equipado com infraestruturas tecnológicas de ponta, em instalações modernas e inserido no campus de Azurém da Universidade do Minho, em Guimarães.

Na infraestrutura disponível, destacam-se o auditório para 60 lugares, o DATACENTER e a CAVE - (Cave Automatic Virtual Environment), simulador de condução autónoma, equipamentos estes essenciais para alicerçar atividades e projetos em áreas tecnológicas de vanguarda na simulação, automação, realidade virtual e computação gráfica aplicada, em geral.

Este site usa cookies.  Ao optar por "recusar cookies", algumas partes do nosso site poderão não funcionar corretamente. Para continuar a obter a melhor navegação clique em "Aceitar cookies".